Fair. Balanced. American.

Wednesday, May 16, 2012

Transformational as President Obama has been

Let's not leave out Lula and his successor, Dilma (no other Brazilian presidents are known by their first name).   A human rights hero long before entering Lula's Cabinet, she brought things full circle today in this utterly stirring speech announcing a Brazilian Truth Commission to document the crimes of that country's military dictatorship.  The stuff of legend. If you know Portuguese, or even if you know some Spanish, take a listen.




"O Brasil não pode se furtar a conhecer a totalidade de sua história. Trabalhamos juntos para que o Brasil conheça e se aproprie dessa totalidade da sua história", disse ela. "A sombra e a mentira não são capazes de promover a concórdia. O Brasil merece a verdade", acrescentou.

Ao final do discurso, Dilma se emocionou ao falar nos mortos e desaparecidos. "As novas gerações merecem a verdade e, sobretudo, merecem a verdade factual aqueles que perderam amigos e parentes e que continuam sofrendo, como se eles morressem de novo a cada dia", afirmou ela, que em outras ocasiões lembrou companheiros perdidos durante o período.

"É como se disséssemos que, se existem filhos sem pais, se existem pais sem túmulo, se existem túmulos sem corpos, nunca, nunca mesmo, pode existir uma história sem voz. E quem dá voz à história são os homens e mulheres livres que não têm medo de escrevê-la".

Savvy politician that she is, she also got all of Brazil's ex-presidents to attend the inaguration of the commission. That's how you get it done.

No comments :